APARECIDA
(Maria Aparecida Martins)
4/12/1939  Caxambu, MG - 1985  Rio de Janeiro, RJ
FOTOS


    Ainda criança, interessou-se por música, aprendendo com os mais velhos da família os ritmos africanos. Em 1949, a família mudou-se para o Rio de Janeiro. Trabalhou como passadeira em casas de família no bairro de Vila Isabel. Em 1952, já compunha as primeiras músicas. Pouco tempo depois, Salvador Batista a levou para ser incluída como passista de seu grupo no programa "A Voz do Morro", onde permaneceu por dez anos. No início da década de 1960, foi convidada a participar do filme "Benito Sereno e o Navio Negreiro", pelo qual recebeu de prêmio uma viagem a França, onde se apresentou em uma boite cantando, pela primeira vez, suas próprias composições. Em 1965, voltou ao Brasil e venceu o Concurso de Música de Carnaval do IV Centenário da Cidade do Rio de Janeiro. Neste ano, ganhou também o III Festival de Música de Favela, com o samba "Zumbi, Zumbi". Em 1968, compôs "A sonata das matas" para a Escola de Samba Caprichosos de Pilares. Foi a segunda mulher, depois de Dona Ivone Lara, a compor um samba-enredo vencedor dentro de uma escola de samba. Em 1974, participou do LP "Roda de samba", lançado pela CID, que reunia vários sambistas, onde gravou as músicas "
Proteção" (Davi Lima e Pinga) e "Rosas para Iansã" (Josefina de Lima). Seu maior destaque foi a composição "Boa-noite". Em 1975, também pela CID, lançou o primeiro LP individual, "Aparecida", no qual interpretou várias músicas suas, como "Talundê" (c/ Jair Paulo), "Tereza Aragão", "Meu São Benedito", "Inferno verde", "Nanã Boroquê", "Segredos do mar", as duas últimas em parceria com Jair Paulo, e ainda uma adaptação do folclore "A Maria começa a beber". Em 1976, gravou o LP "Foram 17 anos", lançado pela CID, no qual interpretou várias composições de sua autoria, entre elas "17 anos", "Grongoiô, propoiô" (c/ João R. Xavier e Mariozinho de Acari) e "Diongo, mundiongo". Em 1977, lançou o disco "Grandes sucessos" e nos anos seguintes gravou pela RCA os LPs "Cantigas de fé" (1978) e "13 de maio" (1979), no qual interpretou, além da canção título, "Aleluia Dom Miguel", "Mussy gatana", "Ceará" e "Indeuá matamba", todas de sua autoria. Em 1980, lançou o disco "Os Deuses Afros", que incluiu as músicas "Se segura Zé" (c/ Kacik) e outras composições suas gravadas em LPs anteriores. No ano de 1996, a gravadora CID relançou em CD o disco "Aparecida, Samba, Afro, Axé".

DISCOGRAFIA

1973 - COMPACTO (CID)
1. Zumbi, zumbi (Aparecida)
2. Boa noite (Aparecida)

1975 - Aparecida (CID)
1. Mareia Oxum (Jair Paulo)
2. Vovó Catarina (João Ricardo Xavier / Evaldevino Ponciano Xavier)
3. Terreiro de Mãe Nazinha (Mariozinho de Acari / Jair Paulo)
4. Talundê (Aparecida / Jair Paulo)
5. Tereza Aragão (Aparecida)
6. A Maria Começa a Beber (Tradicional)
7. Meu São Benedito (Aparecida)
8. Segredos do Mar (Aparecida / Jair Paulo)
9. Inferno Verde (Aparecida)
10. Se Segura Zé (Zeca Melodia / Kacik)
11. Nanã Boroquê (Aparecida / Jair Paulo)

1976 - Foram 17 anos (CID)
1. 17 Anos (Aparecida)
2. Tributo às Almas (João Ricardo Xavier / Mariozinho de Acari) 
    Santo Antônio de Pemba (Evaldevino Ponciano Xavier / João Ricardo Xavier)
3. Os Deuses Afros (Mariozinho de Acari)
4. Melodia Não Deixa Parada de Lucas (Zeca Melodia)
5. Grongoiô Popoiô (Aparecida / João Ricardo Xavier / Mariozinho de Acari)
6. Diongo Mundiongo (Aparecida)
7. Aruê (João Ricardo Xavier / Mariozinho de Acari / Zeca Melodia)
8. Todo Mundo É Preto (Aparecida)
9. Saravá Saravá Bahia (Aparecida)
10. Lágrimas da Oxum (João Ricardo Xavier / Evaldevino Ponciano Xavier)

SD - COMPACTO (Fleet)
1. 17 Anos (Aparecida)
2. Diongo Mundiongo (Aparecida)

1978 - Cantigas de fé (RCA Victor)
1. Oxum Maré Cadê Você (Jonas Madureira / Dió Madureira) 
    Caô Arô Odaiá (João Ricardo Xavier / Evaldevino Ponciano Xavier) 
    Ogum Xorokê (Aparecida)
2. Xangô Daniel (Aparecida) 
    O Jogador de Pião (Jonas Madureira / Dió Madureira)
3. Dô Dô Rô (Jonas Madureira / Nelson Babalaô) 
    Hoje Tem Alegria (Tradicional / Adpt. Aparecida)
4. Renata Lú (Aparecida) 
    Malembê Oxum (João Ricardo Xavier / Evaldevino Ponciano Xavier)
5. As Orixás (Orlando Deco) 
    Cristo Nasceu (Tradicional / Adpt. Aparecida)
6. Ajiberum Saluba Odoiá (Aparecida) 
    Prece a Iemanjá (Evaldevino Ponciano Xavier / João Ricardo Xavier)

1979 - 13 de maio (RCA Victor)
1. 13 de Maio (Aparecida)
2. Vovó Maria Conga (João Ricardo Xavier / Evaldevino Ponciano Xavier)
3. Aleluia Dom Miguel (Aparecida)
4. Indeuá Matamba (Aparecida)
5. É Mania Sua (Babaú)
6. Mussy Gatana (Aparecida)
7. Orixá de Obá (Geraldo Martins / Fernando Aguiar)
8. Vem na Areia (Marcos Wagner)
9. Tia Catarina (Jair do Pandeiro / Moacir Vieira)
10. Ela Mandou Rezar (Betinho da Balança)
11. Dança dos Negros (Manoel Carioca)
12. Ceará (Aparecida)
13. Dia de Ogum na Casa Branca (Armando Sá / Inocêncio dos Santos)

1983 - Rosa do Mar (CID)

1. Tributo a Oxalá (João Ricardo Xavier / Evaldevino Ponciano Xavier)
2. Tá na Muda (Aparecida)
3. Andarilho (Florêncio Ribeiro)
4. Super Super Mulher (Zé Pretinho da Bahia)
5. Verdade da Vida (Ismael Camillo)
6. Cante a Noite (Durval Ferreira / Nildê)
7. Rosa do Mar (Dario Augusto)
8. Sereno (João Ricardo Xavier / Evaldevino Ponciano Xavier)
9. Angoleiro (Beto Baiano / Wilson Ferreira)
10. Banda Mini Congo (Beto Baiano / Avarese)
11. Sangue Ardente (Euclides Trindade)